segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Eco-escolas: Concurso Eco-Garrafão tampinhas

No Natal é muito o lixo produzido com papéis, fitas, caixas… 
Com esse material constrói a decoração para o Eco-Garrafão!

(Prazo de entrega: até 28 de fevereiro).






Projeto Elias Sol - participem na campanha de recolha!

      O Projeto Elias Sol - projeto solidário do AE Elias Garcia com o objetivo de ajudar as famílias carenciadas, - pede a participação de todos na recolha de alimentos, roupas usadas e material escolar, de modo a ajudar as famílias mais carenciadas da nossa comunidade, nesta quadra natalícia que se aproxima. 

Foto da profª Teresa Figueiredo,
do ano letivo anterior.

Projeto Eco-escolas - Uma Aventura do ambiente (3.º capítulo)

       

     Continuamos hoje a publicação de mais um emocionante episódio da autoria dos nossos eco-repórteres. Aqui fica o terceiro capítulo da autoria de Hugo Batoca, João Alves do 5.º C  e do Rodrigo Filipe do 7.º C!

Os gastos de electricidade e a água

Como o fim-de-semana estava a começar, os sete amigos decidiram observar o comportamento das pessoas do bairro onde eles viviam sobre o consumo de água e luz. Assim, acharam muito estranho que na casa n.º1 estivessem as luzes todas acesas!
- Vejam! Esta casa está a ter muito gasto de electricidade! Onde estão os donos? Nem desligaram a televisão! É UM DESPERDÍCIO TOTAL! – gritou o Francisco.
         O menino que vivia nessa casa, e que ia a entrar, exclamou:
- Mas isto é inacreditável! É a minha casa?!  Eu não concordo que se gaste assim tanta electricidade! Até tenho vontade de sair de casa!
- Upsidupsi! Aquele menino também não gosta que gastem assim tanta água e eletricidade como nós! - disse o Salvador
- Pois… ele devia ser um Super-Eco! E que tal? – perguntou a Matilde.
- Olhem, é o Rafael da turma 5.ºE! Nós somos do B e ele do E! Vamos tocar à campainha? - perguntou a Mariana.
- Esquece… não ouviste o que ele disse? Vai sair de casa! Ouvi dizer que ele é  um perito em desporto! Sabem, tem truques na manga e é muito ecológico! - afirmou a Matilde.
- Vamos lá! – exclamou o Francisco.
- Olá, malta! O que é que estão a fazer aqui? - perguntou o Rafael.
- Nós somos os teus vizinhos! Já te esqueceste? - perguntou o Tomás.
- O que andam a fazer? - perguntou o Rafael
- Nós estávamos a espiar as casas em que gastam mais electricidade e água!- respondeu o Francisco.
- Acabei de ter uma ideia!- disse o Tomás.
- Conta, conta!! - disse a Mariana, aos “pulos”.
- Vocês não veem as notícias? Sabem, podemos ir a uma ETAR ver como se reutiliza a água. - propôs o Tomás.
- Por acaso, como há seca no país, principalmente a sul, podíamos investigar e depois regressávamos a casa do Santiago para fazer cartazes e alertar a população para não gastar tanta água - disse o Francisco, sempre com boas ideias.
- Eu acho que é uma boa ideia!- exclamou a Mariana.
Na ETAR, quando foram investigar, encontraram uma coisa muito negativa! Adivinham?... Quase não havia água!
-Xiii…. Tão pouca água! Está-se a ver que as pessoas tomam duches longos de 10 minutos, principalmente os bebés! Os pais ADORAM tomar duches longuíssimos.- comentou o Francisco.
Depois de três horas na ETAR, regressaram novamente à casa do Santiago para criar folhetos e cartazes para alertar a população.
- Olhem, como vamos organizar a distribuição de folhetos e dos cartazes? -  perguntou a Mariana.
- Já sei! Eu, a Matilde e o Santiago ficamos aqui, com Walky-Talky. A Mariana, o Tomás, o Salvador e o Rafael vão espalhar os folhetos pelas caixas de correio das casas deste bairro e afixamos os cartazes no café, na farmácia e no supermercado. - propôs o Francisco.
- E que tal se visitássemos o Alentejo? – propôs o Rafael.
- Vamos pedir ao meu tio Samuel para nos levar ao Alentejo. - acrescentou o Tomás.
- Bela ideia… Mas, sem poluir, como fazemos isso? - perguntou a Mariana.
- Sim, COMO??? - Disse o Salvador.
- Olhem, podemos ir num carro elétrico… O teu tio tem um carro elétrico? – perguntou o Santiago
- O meu tio? Tem! Mas, onde estavas a pensar que poderíamos ir primeiro?- perguntou o Tomás.
- À barragem de Santa Clara, em Odemira!
- Vamos lá? - disse o Santiago - Levem os Walky-Talkies!
- Ao Alentejo! Vamos pedir aos nossos pais …- concordou o Tomás.
Nas férias de Natal, lá foram eles em viagem nos dias 15 a 17 de Dezembro.
- Oh, meu Deus do Céu! Plantas cheias de poeira, secas, parece um dos ambientes terrestres que nós demos nas aulas de ciências naturais … - disse o Francisco.
-  Qual? - Intrigou- se a Mariana, que porventura não prestava atenção às aulas. Fazia recortes de papel para a sua gémea e a Matilde tentava…. prestar atenção… nas aulas …
-  Não sabes? A savana!!! Olha, que coincidência, é a Filipa do 5.º A! - Disse de repente o Francisco.
-  Olá, miúdos! Tudo bem?- perguntou a Filipa.
-  O que estás aqui a fazer? – admirou-se o Rafael.
-  Estou aqui a passar o Natal em Odemira. Aproveitei a “deixa” para ajudar- vos. Bem… ajudar os meus familiares… sabem… eles, por causa da seca estão a tomar anti- depressivos… São os incêndios, é a seca… Nem vos conto! A horta dos meus avós está a secar! O que vale é que AINDA choveu um pouco de manhã! - exclamou a Filipa.
- Imagino, pois!- concordou o Rafael.
- Vamos lá? Bela ideia! Podes perguntar aos teus familiares para investigar a horta deles? - perguntou o Francisco que andava aborrecido, porque estava com calor e naquele tempo estava um sol muito forte.
PASSADO ALGUM TEMPO… investigaram em muitas hortas… mas… vamos começar pela horta do avô da Filipa. Formaram dois grupos.
- Xi… Tanta coisa! Não acredito que o teu avô tenha cerejeiras secas! Imagino o horror! - Exclamou o Francisco.
- Tomateiros secos, macieiras secas e os… animais cheios de sede! Quem fez isto?- Perguntou a Filipa.
- Cheira-me a esturro…! - exclamou o Rafael.
- Vamos lá ver se encontramos vestígios… Olha, isto é falso! É cartão! Não é um tomateiro… É um tomateiro a FINGIR!- Exclamou o Francisco- Ó Santiago… Analisa lá isto!
- Ok, Francisco! É mesmo cartão… Deixa-me ver isto… Pus uma caneta daquelas para mudanças e é cartão verdadeiro. - exclamou o Santiago.
- Ai não… Ai não…- disse a Matilde.
- Que foi?- perguntou o Santiago.
- Temos de arranjar um GRANDE PLANO…- comentou  o Francisco.
- Já sei!!! Olhem, lembram-se do que o Francisco disse sobre espiar pessoas?- Começou a Matilde.
- Sim, porquê?- Perguntou a Matilde.
Passado algum tempo… No Café “Simba”, lá eles estavam a comer uns docinhos para o lanche.
- Encontraram algo?- perguntou o Rafael.
- Sim… PLANTAS FALSAS!- Exclamou a Filipa, que estava furiosíssima!
- Calm down…-  comentou o Rafael que tentou acalmar a Filipa.
- Qual Calm down, qual quê! Estamos a fazer o quê, malta? A fazer ioga ou a salvar o ambiente?- gritou a Filipa que com isto, ficou um diabo!
- Muahahahahahah!- riu uma voz estranha.
- O que é isto? Vamos lá ver!- Disse o Francisco.
- Olá, ladrão! Quem é você? Já sei! Vamos descobrir quem é!- exclamou a Mariana num tom ameaçador.
- Avô? És tu o “Falsificador de plantas?”- gritou a Filipa.
- Sou, sim.- confessou o avô da Filipa.
- Porquê?- Perguntou a Filipa.
- Já estava a ficar farto, farto da seca e então, desde aí, tornei-me vilão. – desabafou o avô.
- Nunca mais voltas a fazer uma coisa destas, ok? - pediu a Filipa.
- Não.- respondeu o avô. - mas temos de encontrar uma maneira de lutar contra esta seca!! Ajudam-me?

                    Até ao próximo episódio!
Os autores,
Hugo Batoca
Rodrigo Filipe
E João Alves






quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Projeto Eco-escolas - pedido urgente de embalagens para a árvore de Natal!

O projeto Eco-escolas vai participar com a árvore de Natal das turmas da professora Ângela Condesso no concurso "Ser Guloso este Natal, dá prémios", promovido pela ABAE, Eco-Escolas e marca Guloso.

Assim, pedimos embalagens vazias tetrapak da marca Guloso (preparados de tomate), conforme imagem abaixo.

Poderão colocar as embalagens na mesma caixa dos rolos de papel(no átrio do bloco A).





PESS: Livro digital sobre alimentação saudável (Fado e dieta mediterrânica)


    O livro digital sobre alimentação e cultura, onde a “Dieta Mediterrânica” e o “Fado” são padrinhos já está disponível online na Biblioteca de Literacia em Saúde. O PNPAS apoiou e dá os parabéns à iniciativa.

    O livro possui dezenas de sugestões pedagógicas, para aprender em casa e na escola. Para ler aqui.

http://biblioteca.min-saude.pt/livro/alimentacao#page/7

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Projeto Etwinning Ligando comunidades e culturas com a arte!

Este projeto envolve duas turmas do 1.º ciclo (1.º C e 4.º E) e continuamos em parceria com o AE Ruy Luís Gomes. Pretendemos, ao longo do ano, explorar os trabalhos de artistas europeus e criar trabalhos inspirados nas suas obras de arte. É assim uma oportunidade de promover a criatividade através da pintura, desenho e fotografia!

4º E