quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Eco-repórteres - "Os novos defensores do ambiente" por Sara do 6.º ano



Imagem Ser Feliz

Deixo aqui outra história sobre o ambiente, e, aproveito para dizer para não poluírem o nosso bom planeta, pois, quem ficar em último, é quem vai sofrer mais, e, nós não queremos isso! Temos de tomar medidas drásticas!
Sara, 6.º ano
Capítulo 1:
Entretanto, os nossos cinco amigos já estavam no 2ºPeríodo do 1ºAno e eles arranjaram mais amigos, eles eram a Miriam e a Sandra, eram da sala Laranja (a sala do segundo ano) e foi na festa de Natal do Colégio que se conheceram:
Olá, bom dia!- Dizia a Miriam à Sandra, às Gémeas, à Mariana, à Sara e ao Rodrigo.
- Bom dia!- Responderam os outros em coro.
- No intervalo do almoço, encontramo-nos no nosso sítio, está bem?- Perguntou a Sandra.
- Está bem!- Informaram os outros.
As aulas da parte da Manhã passaram a correr e no Intervalo da Hora de Almoço:
- Podíamos criar um clube “Revolucionário” sobre o ambiente, o que acham?- Perguntou a Miriam.
- Pode ser, falamos disso no nosso sítio secreto.- Disse a Sara.
Os nossos sete amigos encontraram-se no esconderijo:
- Não podemos ficar para sempre neste sítio, temos de criar uma sede para o nosso clube!- Sugeriu a Sofia.
- Eu tenho uma casa na árvore no meu quintal e isso poderia ser a nossa sede!- Sugeriu a Mariana.
- Ok, combinado, vamos fazer na tua casa da árvore, a nossa sede de clube!- Exclamou a Sandra.
Capítulo 2:
Passados uns dias, mais propriamente, no fim-de-semana, os nossos sete amigos encontraram-se todos na casa da Mariana às 9h00min:
- Bom dia alegria, trouxeram cortinados, cadeiras, mesas, canetas e etc.?- Perguntou o Maurício (o pai da Mariana).
- Sim!- Responderam todos em coro.
- Então, vamos pôr Mãos à Obra!- Completou o Maurício.
Bom, eles trabalharam arduamente até à hora do almoço:
- Agora sim, a nossa sede está concluída!- Relatou a Miriam.
Os nossos sete amigos, depois do almoço, foram para a nova sede, que tinha a nomenclatura de “Brigada do Ambiente”:
- Vamos pôr as notícias ao relato no nosso tablet.- Disse a Sara.
Capítulo 3:
Os nossos sete amigos não ficaram nada contentes com a má notícia, o país estava a ficar cada vez mais poluído e alguém tinha de resolver isso, essas pessoas eram os nossos sete amigos:
- Temos de fazer alguma coisa!- Exclamou a Sandra.
- Podemos espalhar panfletos, criar anúncios online e etc.- Sugeriu a Mariana.
- Muito boa ideia, miga, vamos começar com o nosso “projeto”!- Concluiu a Sara.
Capítulo 4:
Foi um dia e meio de trabalho, mas valeu a pena, pois as pessoas pareciam que alguém lhes tinha lançado um feitiço para não se poluir o planeta, mas bem, o que interessa é que, de princípio, dentro de um mês, a escala de poluição iria diminuir e que o aquecimento global se iria atrasar, mas, subitamente, enquanto os nossos sete amigos eram entrevistados, a Mariana foi raptada, mas, o resto do grupo só reparou, quando estavam a combinar ir comer um gelado:
- Eh, alguém viu a Mariana?- Perguntou o Rodrigo.
- Não, ainda há um bocado ela estava aqui e ela não se ia embora sem nos avisar.- Concluiu a Sara.
- Temos de a procurar, ela pode muito bem ter sido raptada por um poluidor mortífero!- Escandalizou-se Miriam.
- Vamos para a nossa sede e informamos os nossos pais que passamos lá a noite!- Concluiu o Rodrigo.
Afinal, o resto do grupo tinha razão, pois a Mariana não estava em casa e também não estava na sede:
Boa tarde, senhor Maurício, a Mariana está?- Perguntou o Rodrigo.
- Não, pensei que ela estava convosco!- Admirou-se o Maurício.
- Hoje, de manhã, estávamos a ser entrevistados pela TVI, quando demos conta que a Mariana já lá não estava!- Explicou a Sandra.- E achamos que ela foi raptada por um poluidor mortífero, até, porque ela não sairia de ao pé de nós, sem nos avisar!
- Infelizmente acho que tens razão, porque recebi um bilhete na caixa do correio a dizer que tinham a minha filha e a assinatura era: Poluidor Mortífero.- Relatou o senhor Maurício.
- Tive a ideia de irmos à polícia e dissermos, que às quatro horas eles estivem na Avenida 25 de Abril, porque acho que já sei quem é o Poluidor Mortífero, que é, nem mais, nem menos que o senhor Leproso, o que nos fez sinal de vingança, quando estávamos a ser entrevistados!- Relatou a Sandra.
- Se calhar tens razão e vou já telefonar à polícia!- Informou o senhor Maurício.
Capítulo 5:
O resto do grupo tinha razão e, quando apareceram à porta do senhor Leproso, este ficou admiradíssimo e desbocou-se logo, é claro que a polícia o prendeu e este teve direito a uma pena de Prisão Perpétua.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Este ano as Histórias da Ajudaris são sobre 17 objetivos para transformar o nosso mundo. Vamos participar?


Ajudaris é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) com estatuto de utilidade pública.

Projeto Histórias da Ajudaris, criado em 2009, concretiza-se a partir da edição de livros escritos por crianças para crianças, colhendo a inspiração em temas como a cidadania, os afetos e o ambiente.

A 9ª edição do concurso Histórias da Ajudaris obedece ao TEMA Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. 

As escolas do AE Elias Garcia estão inscritas. Vamos participar? Assim sendo, os alunos são convidados a escrever uma história do tipo narrativo, poético ou outro.
Pelo terceiro ano consecutivo participámos neste projeto e se no ano letivo de 2017-2018 levámos a concurso 4 histórias este ano letivo poderemos enviar muitas mais!


(17 objetivos para transformar o nosso mundo)".  
1. Erradicar a Pobreza
2. Erradicar a Fome
3. Saúde de Qualidade
4. Educação de Qualidade
5. Igualdade de género
6. Água potável e saneamento
7. Energias Renováveis e Acessíveis
8. Trabalho Digno e Crescimento Económico
9. Indústria, inovação e infraestruturas
10. Reduzir as desigualdades
11. Cidades e comunidades sustentáveis
12. Produção e Consumo Sustentáveis
13. Ação Climática
14. Proteger a Vida Marinha
15. Proteger a Vida
Terrestre
16. Paz, Justiça e
Instituições Eficazes
17. Parcerias para a
Implementação dos
Objetivos
NOTA: Poderá escolher 1 ou ou mais temas

Projeto Ser + As preocupações de Billy


Eco-escolas: Cabaz PROVE na EB Elias Garcia


No sentido de promover a Alimentação Saudável e Sustentável, a Equipa Eco-Escolas informa que se estabeleceu uma parceria com a Fazenda Concordio/ Cabazes PROVE. Assim, os pais podem, quinzenalmente, às 4ªs feiras, das 16:30 às 18:00, comprar legumes e frutas da época, diretamente do produtor (produção ecológica).www.Prove.com.pt

Cada cabaz com aprox. 8 kg de produtos – 11€ 

Local de entrega: no pátio da Escola, em frente à entrada principal

Para mais informações/ ficha de inscrição:

Prof.ªs Marina Frias ou Cristina Nascimento (Eco-Escolas)

Facebook: https://pt-pt.facebook.com/fazendaconcordio/

e- mail: encomendas.moita@prove.com.pt


sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Clube de Leitura: Sugestão de leitura para fevereiro


Eco-repórteres - Os amigos do ambiente por Sara do 6.º ano

ilustração Ser Feliz
Como tudo começou:

No colégio “Guadalupe”, os cinco amigos Maria e Sofia (que são gémeas), Rodrigo, Sara e Mariana, estavam ainda na creche, quando a educadora Anabela estava a chamar, para a turma ir dormir a sesta, quando a Mariana começou a chorar:

-BUAAAHHHH!

- Então, Mariana o que se passa?-Perguntou educadora.

- Vi um homem fora das grades a deitar uma lata de PEPSI para o chão! - Disse a Mariana, já irritada.

- Ah, já percebi, vocês ligam muito à reciclagem.- Conclui-o a educadora Anabela.

Bem, vamos avançar uns aninhos…

Os cincos amigos, continuaram no mesmo colégio, pois este era do Berçário ao 12ºano e por coincidência os nossos cinco amigos ficaram na mesma turma de 1ºAno:

- Tchau, mamã, Tchau papá!- Diziam em simultâneo a Mariana, as Gémeas, o Rodrigo e a Sara.

- Tchau!- Devolviam os pais dos mesmos.

Já na sala de aula, os cinco amigos procuraram sentar-se juntos:

- Bom dia, meninos!- Exclamou a Professora.- Eu sou a professora Catarina e vou ser a vossa professora do 1º ao 4ºano!- Voltou a dizer a professora.- Para começar, para eu saber bem os vossos nomes, vou chamar o nº de cada um essa pessoa diz: o nome, idade e sítio onde mora. Vamos começar: Nº1!- Começou a professora.

- Olá, eu sou o Afonso, tenho 6 anos e sou da Verdizela.

- Nº2!

- Olá, eu sou a Andreia, tenho 7 anos e sou da Verdizela.

- Nº3!

- Olá, eu sou a Maria, tenho 6 anos e sou da Verdizela.

- Nº4!

- Olá, eu sou a Sofia, tenho 6 anos e sou da Verdizela.

- Nº5!

- Olá, eu sou a Mariana, tenho 6 anos e sou da Verdizela.

- Nº6!

- Olá, eu sou o Rodrigo, tenho 6 anos e sou da Verdizela.

- Nº7!

- Olá, eu sou a Sara, tenho 6 anos e também sou da Verdizela.

Bem, passou-se o dia e os nossos cinco amigos foram para casa, mas subitamente, nas notícias, anunciaram que dois golfinhos mortos, deram à costa na Caparica:

- Não acredito, agora também em Portugal?!- Exclamou a Mariana.

- Pois é, filha, há quinze dias foi no Japão e agora foi em Portugal.- Disse a Alexandra (mãe da Mariana).

- Vou fazer uma videochamada de grupo no Whatsapp para os meus amigos!- Exclamou a Mariana.

A Mariana pegou no iPhone 7, que tinha recebido no Natal (que só usava para o Whatsapp, Instagram e jogos) e fez a tal chamada:

- Estou, ouviram a notícia dos golfinhos mortos que deram à costa, na Caparica?

- Sim, íamos agora ligar-te, mas tu fizeste isso primeiro.- Disseram as Gémeas, o Rodrigo e a Sara em simultâneo.

- Temos de fazer qualquer coisa, pois cheira-me que isto não resultou de causas naturais!- Exclamou a Sofia.

- As investigações vão decorrer durante o dia de amanhã e à tarde podemos pedir aos nossos pais que nos levem até ao local da investigação.- Sugeriu a Maria.

- Fiz um projeto para a preservação do Planeta, para apresentar amanhã na aula.- Disse a Sara.

- Boa, não digas mais nada sobre o projeto, pois queremos que seja surpresa!- Exclamaram as Gémeas, o Rodrigo e a Mariana em coro.

De manhã, eles iam todos entusiasmados para o Colégio:

- Bom dia, professora Catarina!- Disseram os alunos, assim que entraram na sala vermelha (a sala do 1ºano).

- Bom dia, meninos, está um dia lindo!- Exclamou a professora Catarina.- Hoje vamos aprender a primeira vogal da ordem das vogais.

A Sara pôs o dedo no ar, até a professora lhe dar autorização para falar:

- Professora, posso depois mostrar o projeto que fiz, para preservar o Planeta?

- Podes, na aula de Estudo do Meio, está bem?- Perguntou a professora.

- Está bem, logo, na aula, eu mostro.

A aula de Português passou rapidamente e esta deu lugar à aula de Estudo do Meio:

- Alunos, prestem atenção à apresentação da Sara!- Exclamou a professora Catarina.

- Ok, muito bem, a minha apresentação é sobre como bem preservar o Planeta!- Começou a Sara.- Para o Planeta ficar saudável, é preciso três coisas:

1.       Não deitar lixo para o chão;

2.      Separar o papel, do plástico e do vidro e vice-versa;

3.       E utilizar transportes públicos ou bicicleta para ir para o trabalho.

A aula de Estudo do Meio passou a correr e estava na hora de os nossos cinco amigos irem à Praia onde decorria a investigação:

- Chegámos!- Anunciou o pai das Gémeas que as tinha levado a elas e aos amigos à tal praia.

Eles saíram e foram em direção à praia. Mas houve um investigador a passar que lhes alertou. 

Eles seguiram-no e viram que ele atravessou a arriba fóssil:

- Vamos segui-lo até ao seu covil!- Sussurrou o Rodrigo.

Era verdade, aquele investigador tinha morto os Golfinhos no Japão e agora tinha feito o mesmo na Costa da Caparica. A Mariana tinha trazido o seu iPhone e ligou para polícia a contar o sucedido e aquele assassino de Golfinhos foi julgado e condenado a Prisão Perpétua.

Acabo assim a minha primeira história sobre o ambiente!


                                                                Sara 6ºC

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Histórias dos Eco-repórteres: As Origens Parte 1- Quem são os nossos heróis?



Desde já pedimos desculpa por passarmos 2 meses sem escrever pois, estávamos a escrever esta nossa grandiosa história!
 Vamos à aventura?
   Olá, leitores! Gostaram da anterior história? Foi gira? Estamos aqui para mais uma história. Mas desta vez é diferente. Mas com um pormenor: Desta vez não é sobre o ambiente. Mas sim, das Origens! 

Bom. Antes de seguirmos a aventura, falemos um pouco deles, não muito pormenorizadamente.

Francisco: 11 anos, AMA ler, estudar e é considerado um Nerd. Ele tem problemas com isso. Os Bully’s, estão sempre a bater-lhe. Faz natação e como toda a gente sabe, ODEIA ser chamado de “Chiquinho”, “Gênio”, “Aladino”...etc

Matilde e Mariana: SEMPRE coladas uma à outra e nunca se separam! Falemos da Mariana:
É aquela aluna que é esperta nas aulas, mas é uma louca! Ela e a irmã, dançam Hip-Hop! Agora é a Matilde! A Matilde é consideravelmente esperta. Conhece bastantes Hackers da Internet e todos os programas! Até adivinha todos os Windows que irão ser lançados!

Tomás: Não é propriamente ESPERTO! Gosta de se divertir! Além do seu irmão gêmeo, o Salvador, gosta de alertar a população!

Salvador: É um miúdo que, desde pequeno, adora fazer recortes, pegar em cartolinas e colar pela casa inteira! É um apaixonado por isso! Bom... pratica Aikidô e o irmão pratica Judo! E... Não há mais nada a dizer. Vamos prosseguir!

Rafael: É um miúdo que AMA desportos, pratica Andebol e adivinhem lá que notas é que ele tem a Educação Física? O nível 5!!! Tem aulas particulares de Agente Secreto e é FANÁTICO por apagar luzes para economizar ENERGIA.

Pedro: Não vamos começar pelas BIOGRAFIAS, mas só dizer que ABRAÇA UMA ÁRVORE no sentido em que não abraça, ajuda a PLANTAR UMA ÁRVORE pricipalmente em Pedrógão Grande. O Pedro, gosta de ESTUDAR e é o miúdo mais esperto da aula de Ciências Naturais.

Santiago: É um miúdo que adora ARTES, sabe trabalhar com SÉPIA, Grafite,Cor…Chega de lamechices! Falemos da BIOGRAFIA! Fica sempre envergonhado na aula de EV, porque as pessoas falam em quanto ele NÃO aprende NADA! E adivinhem que dança ele faz?! A famosíssima Floss Dance!

Filipa: Tem origens alentejanas, o avô tem uma quinta linda! Lembram-se? Toca acordeão e é FANÁTICA por beber outro tipo de água, pois não quer gastar! Ninguém aguenta!

Érica:  Discreta como um rato… Uma bomba para aqui outra para acolá!Ninguém sabe onde ela vai nos intervalos e, assim, começa a ficar estranha, aparecendo assim, assustando os amigos!

Tiago: Sorrateiro como um rato! Tal e qual! Mas a sua “Especialidade” não propriamente  andar e espiar. É mais… Computadores, Micro-Chips,…

Sara: Não é uma pessoa qualquer! Conhece praticamente todos os sites para pesquisas desde: Wikipédia a Encíclopédia Livre,… Todos fantásticos! Vamos à Segunda Parte da História?